Tutorial para a construção de organismos casulo.

O projeto casulo consiste na aplicação de um "savoir faire in loco" que transforma um espaço em plataforma de vitalização ou nascimento de um novo ser: doravante denominado organismo casulo. Este organismo criará vida e proliferará novas formas de reprodução de seu organismo físico que nasce já integrado a todo o organimo virtual booleano por meio das redes.

A localização geográfica do organismo casulo é mutável, podendo-se deslocar do espaço geográfico atual para futuras multiplicidades. Para efeito de nosso acompanhamento iniciaremos registrando o desenvolvimento e proliferação da célula "mãe" desta experiência: O Casulo Matriz.

A explicação de funcionamente será registrada em um tutorial. Registra-se todo o desenvolvimento deste organismo que cria vida a partir de agora.

Objetivos de um organismo casulo:

1. Produzir e divulgar conhecimento e gozo (auto reconhecimento empírico).

2. Promover uma existência válida ao ser humano despertando sua conciência de subjetividade.

3. Gerar uma cultura paralela à cultura alienada até a superação desta matriz.

4. Promover desenvolvimento técnico e tecnólogico para tal possibilidade.

5. Dilvulgar e celebrar e criticar os produtos e obras empíricas geradas dentro do organismo: desenhos, músicas, videos, concertos virtuais, estudos.

6. Tornar-se uma realidade virtual integrada à interface homem-máquina.


O organismo casulo é sobretudo uma experiência de aprendizado científico. Uma nova proposta de acumulação do saber. O organismo casulo inicia-se como uma alternativa ao consumo do espetáculo alienante produzido pelas máquinas corporativas e aos poucos vai tomando lugar como uma nova forma de espetáculo, aonde a produção de auto conhecimento e reflexão sobre a condição humana é constantemente aprimorada.

O organismo casulo é um espaço de acumulação e reprodução empírica do saber como no conceito de máquina abstrata o casulo está sempre na linha tênue e invísivel de uma forma ainda não territorializada. E como o espaço de sua existência são as redes virtuais, sua forma será sempre mutável. Em fases mais avanças de sua existência o casulo torna-se um organismo auto sustentável, ou por outro ponto de vista, sustentada seus pelos fragmentos de conciência espalhados pelo planeta. Estes por sua vez estarão gerando novos organismos casulo, que equilibram o máquinário de influênicas do casulo matriz e criam uma dialética no mesmo nível macro cultural.

Discutiremos adiante as atividades e estudos almejados na primeira fase que criam o desejo motor do organismo casulo. Descreveremos as demandas externas e desejos internos que manipulam o equilíbrio de deste sistema. E sempre estaremos vitaminando os apêndices com o suporte técnico desenvolvido neste processo e referências que o geraram.


Tutorial B p/dia 11/10/03 - demandas e desejos em conflito.

O tutorial B basea-se sempre em aspirações surgidas e o mapeamento da demanda de produção. A partir do reconhecimento surgem as possibilidades de novas técnicas adquiridas e materialização plástica real->virtual do organismo casulo.

No momento atual o organismo casulo segue duas demandas:

O relator do tutorial sofre obsessões estéticas e produtivas e tenta paralelamente sustentar sua busca na instituição acadêmica integrada a sua matriz geradora. O quarto (parte itegrada na casa) é gerido por outros elementos que investem nesta ONG por misericórdia, compaixão e afeto ao relator. Ele segue documentando o processo, que inicia-se como uma utopia e breve tornará o organismo uma instituição, isentando o relator das demais organizações. A organização cosangüinea manterá sua conexão com o organismo casulo pela necessidade de afeto, sendo então os primeiros beneficiados por tal evolução. As Instituiçoes matrizes de alienação (estados e corporações) servirão como base de estudo para a coopção de todos seus elementos para dentro do organismo casulo.

No presente momento encontra-se também no mainframe do organismo casulo uma garota, com semelhantes aspirações estéticas e entrópicas, que mantém relações afetivas e identificação erótica com o relator.

Configuram-se então as primeiras fontes demandas/desejo do casulo:

*DESEJOS

a. relator

b. garota

c. computador em que se digitaliza os memes.

*DEMANDAS MAIS PRÓXIMAS

1. Cosangüineos de a e b.

2. Governos e Multinacionais.

3. Organização urbana da cidade contida em 2

*DEMANDA PRINCIPAL

**** Você.